Steve Aoki, Armin Van Buuren, John Dahlback, Roger Sanchez e Nervo são destaques do carnaval de Salvador

Camarote Salvador Dj Remixa Brasil

O carnaval da Bahia de 2014 reservou um espaço exclusivo para a música eletrônica. O famoso Armin Van Buuren, um dos DJs mais respeitados do gênero, confirmou a presença no Camarote Salvador para o dia 3 de março.

Além dele, estão confirmados Steve Aoki (que também se apresenta em SP no Sirena), o DJ sueco John Dahlback e a dupla australiana Nervo, as únicas mulheres que marcam presença entre os mais importantes DJs do mundo. Outros dois nomes também prometem agitar a festa bahiana: o americano Roger Sanchez e o DJ Tom Staar, que será residente na boate ao lado da dupla Nervo.

O Camarote Salvador 2014, instalado no Circuito Barra/Ondina, é um dos mais procurados pelos turistas nesta época. Em 2013, cerca de 30 mil foliões aproveitaram a grande festa no local.

Saiba quais são as atrações confirmadas até agora para a boate do Camarote Salvador 2014, incluindo DJs nacionais:

Quinta-feira (27/1)
Chiclete com Banana

Nervo
Tom Staar
Aj Perez (Brasil)

Sexta-feira (28/2)
STEVE AOKI
MORGANA & THASCYA – BRASIL

RESIDENTES
NERVO
TOM STAAR
AJ PEREZ – BRASIL

Sábado (1/3)
ROGER SANCHEZ

RESIDENTES
NERVO
TOM STAAR
AJ PEREZ – BRASIL

Domingo (2/3)
JOHN DAHLBACK

RESIDENTES
NERVO
TOM STAAR
AJ PEREZ – BRASIL

Segunda-feira (3/3)
ARMIN VAN BUUREN
MORGANA & THASCYA – BRASIL

RESIDENTES
NERVO
TOM STAAR
AJ PEREZ – BRASIL

Terça feira (4/3)
Atração ainda não confirmada

Maiores informações em https://pt-br.facebook.com/camarotesalvador ou http://www.camarotesalvador.com.br/camarote2014/

Via Correio Braziliense

Entrevista: Miriam e Olivia do NERVO

O reencontro com as pistas catarinenses foi muito mais breve do que imaginavam as irmãs australianas Miriam e Olivia Nervo. Em janeiro deste ano, quando pouco se sabia a respeito do projeto Nervo, as DJs hipnotizaram a plateia do festival Creamfields, em Florianópolis. Agora estão de volta, saboreando a ascensão fulminante no meio de um mainstream eletrônico ainda predominantemente masculino. Elas abrirão a sequência estelar da noite de sexta no Dream Valley Festival.

E a lista de bons préstimos como compositoras e produtoras é impressionante, de Kylie Minogue a Pussycat Dolls, Steve Aoki, Afrojack e Ke$ha. A manha com a qual transitam entre o house, o alternativo e a disco impulsiona as gêmeas nas pistas. Os desavisados logo identificarão a assinatura delas em hits como When Love Takes Over (parceria com o mentor David Guetta) e o recente Like Home (com o DJ Nick Romero), indispensáveis em seus sets. As gêmeas concederam juntas, como sempre, entrevista ao DC por e-mail.

Como foi tocar no Creamfields, em Florianópolis, em janeiro?

Nervo – Incrível! Não só Florianópolis é um dos lugares mais bonitos em que já estivemos, como o público era incrível. Mal podemos esperar para voltar.

Vocês eram modelos antes de entrarem para a indústria da música. Como foi a transição?

Nervo – Entramos numa agência de modelos aos 16 anos, mas não podemos dizer que fizemos trabalhos glamurosos. Nada de grandes campanhas ou coisa assim. Música sempre foi o foco. Mais recentemente tivemos oportunidades incríveis como modelos, que chegaram até nós pela música. Acabamos de fazer uma campanha para a Covergirl (marca de cosméticos americana), que foi excelente.

Antes de vir ao Brasil vocês declararam que estavam empolgadas para conhecer o público brasileiro. Fizemos justiça à expectativa de vocês?

Nervo – Sim, com certeza! Os brasileiros são tão “loucos” como esperávamos. Amamos a energia de vocês.

Vocês já fizeram parceria com a Britney Spears, Nicki Minaj, Ke$ha, Pussycat Dolls, Kylie Minogue e David Guetta. Qual o momento mais especial dessas uniões até agora?

Nervo – Todas são especiais, de maneiras diferentes. Nós adoramos trabalhar com Kylie Minogue porque ela é a pessoa mais doce na face da Terra. David Guetta sempre foi como um irmão mais velho ou mentor, então gostamos muito de trabalhar com ele. E Ke$ha foi engraçado porque foi logo no início da carreira dela que trabalhamos juntas, e foi ótimo vê-la estourar e se tornar uma mega estrela.

Vocês gostam e escutam música australiana? Que bandas e artistas recomendam?

Nervo – Amamos vários grupos e bandas australianas. Empire of The Sun é incrível, assim como The Bag Raiders, Miami Horror, Knife Party… e a lista vai embora. Também temos grandes DJs, como Tommy Trash, Hook N Sling, Bass Kleph. É muito bom ver tantos australianos trabalhando com música no mundo todo. Nos deixa muito orgulhosas por sermos australianas.

ViaROBERTA ÁVILA (Diário Catarinense)

Electric Zoo 2012 lança after movie

O mega festival londrino que contou com nomes como Hardwell, Sander Van Doorn, NERVO, Dada Life, Axwell, David Guetta e outros, consolidou-se como ums dos maiores festivais de música eletrônica do mundo e agora lança seu after movie, seguindo os passos de festivais como o Tomorrowland e UMF.

Assista!

Track list:

“Crave You (Aventura Club Remix)

” Martin Solveig – “Out The Night (Madeon Remix)” 

Madeon – “Finale (Dillon Francis Remix)” 

Sander Van Doorn – “Kangaroo (Original Mix)”

Mulheres na cabine: Tomorrowland segue como exemplo!

19 apresentações femininas foram registradas durante a edição de 2012 do Tomorrowland. Isso serve como exemplo para que festivais brasileiros possam abrir mais espaço para as grandes dj´s.

Mas o que mais me chama a atenção foi que 2 dessas 19 apresentações femininas, não precisaram apelar para roupas que valorizassem os seios ou poses sensuais, estou falando de Rebecca & Fionna e as irmãs Miriam e Olivia da NERVO.

Elas apenas mostraram seus reais atributos: ARREBENTARAM NOS DECKS

“Nossa viagem inteira veio nos bastidores, e o sucesso que tivemos como compositoras do David Guetta em ‘When Love Takes Over’ mudou nossas vidas “, disse Olivia Nervo. “Então nós temos um contrato de gravação, e depois começamos a divulgar nossas tracks sob o nosso próprio nome e até que chegamos ao Tomorrowland!”

Quanto à Rebecca e Fiona, o sucesso veio rápido depois de lançar seu próprio single, “Luminary Ones”, que rapidamente se tornou uma das músicas mais tocadas na rádio sueca, seguido por uma colaboração de sucesso com superstar DJ Kaskade que colocou a dupla na rota de sucesso dos E.U.A.

Pronto! Sabemos que disputar espaço com os rapazes é um pouco difícil, mas apelar também não rola e é necessário alguns minutos nas redes sociais ou um giro no Google para ver desde seios, pernas, muito batom e muita maquiagem, e pouco talento ou quase nenhum quando damos um pulo no Youtube ou Soundcloud pra saber um pouco mais sobre as garotas.

E antes de tudo, alertamos que isso não é recalque!

Não somos contra a boa aparência, é sempre bom ouvir um bom dj e olhar pra cabine e descobrir uma pessoa linda por trás daquela virada incrível, mas isso obviamente não é tudo.

Atenção: Não estamos generalizando de forma alguma. É claro que existem ótimas Dj´s e ótimas produtoras!

É necessário alertar sobre isso, pois como dissemos, já é difícil conseguir espaço e mais difícil ainda é conseguir respeito e ser levado a sério e dessa forma, não chegaremos a lugar algum.

Portanto, vamos nos preocupar mais com as apresentações cheias de técnica e criatividade do que com batom, espartilho e silicone.