O último show do Swedish House Mafia no UMF

SHM4

Os cinco anos de Swedish House Mafia foram muito bem representados durante a apresentação do UMF que rolou ontem em Miami. Sebastian Ingrosso, Axwell e Steve Angello finalizaram seu legado com um show de arrepiar até o mais hater dos haters e quem dizer o contrário é recalque! As imagens apresentadas no telão junto da sequencia de acordes de “Greyhound(com mashup de Raise your hands)”, mostraram porque o Swedish House Mafia foi uma das maiores bandas do mundo e seu legado ainda vai permanecer por muitos anos na cabeça, e nos ouvidos, de muita gente.

shm5

A apresentação muito bem iniciada, seguiu a linha de sempre sem muitas surpresas, o barato ficou por conta das versões apresentadas de “Wakanda” (Dimitri Vegas e Like Mike) ,”Rasputin” (Hard Rock Sofa), “Leave The World Behind” (Laidback Luke), “Calling – Lose my mind” e o acréscimo de uma bateria eletrônica, que tornou a apresentação mais intensa e muito mais swingada! Após isso, é a vez de “In my mind” de Axwell gerar um coro enorme em Miami e no Youtube, quando a apresentação via streaming chega a mais de 180 mil.

shm6

As tracks “Ressurection Together” (Bootleg de Sebastian Ingrosso e Axwell), “Antidote vs. Zeus”, um mashup incrível de “Calling” e “Epic”, “Kidsos”, “Teenage Crime” (Adrian Lux) e  “Every Teardrop Is A Waterfall” (Coldplay) fizeram o SHM chegar ao topo do tt´s (pelo menos nos EUA) e quase mataram os saudosistas do coração.

Os suecos abusam do microfone pra chamar o público (como se fosse necessário!) pra gritar a cada virada ou drop das tracks, e “Knas” é solta com um mashup fod@ e isso mostra que Angello, Ingrosso e Axwell ainda vão fazer muito barulho, mesmo separados.

A emoção rola solta quando os primeiros segundos de “Don´t Worry Child” são identificados pelo público presente no show dos caras! No twitter, a comoção dos fãs (como eu) é vista por diversos tweets com trechos da música. Ever

shm7

A emoção tomava conta de Sebastian Ingrosso e Axwell, enquanto Steve Angello estava…Steve Angello – apático.

Steve estava em qualquer lugar do mundo, menos em Miami. Enquanto os outros suecos castigaram a bateria, Steve ficou responsável por soltar as tracks “Quasar” (Hard Rock Sofa), “Spectrum – Say my name” (Florence and The Machine), “Insomnia” (Faithless) e o clássico “Sweet Disposition” (The Temper Trap) que quase levou Miami abaixo!

O crowd levantado por eles será um dos momentos mais emocionantes da minha vida!

SHM1

Até tuítei que o show era épico, brutal, emocionante e do car@lho! Era impossível assistir sem empolgação. Por alguns momentos senti tanta coisa ao mesmo tempo que ficou difícil conter as lágrimas quando Axwell pegou o microfone e junto de Angello e Ingrosso agradeceu a receptivadade durante os 5 anos da banda e mostrou a trip perfeita para os edmaníacos com “Miami 2 Ibiza”

SHM3

“Scene one. Everybody get in your positions. Pay attention, and listen.
We’re trying to get this all in one take, so lets try and make that happen.
Take one, one, one, one, action!”
Miami 2 Ibiza

SHM2

Daí em diante, o final já era próximo e a emoção ficava cada vez mais intensa! John Martin subiu ao palco para salvar o mundo pela última vez ao lado do Swedish House Mafia.

“One”, o maior hit dos caras, foi o ápice da apresentação e com um sabor muito especial para esta que vos escreve afinal, foi a música que iniciou tudo isso, desde o Remixa até a minha própria carreira. Ainda toco a track como se ela fosse o último lançamento dos suecos.

shm8

Ainda rolaram as tracks “Reload” (Tommy Trash), Heart is King (Axwell) e a versão acústica de “Don´t Worry Child” enquanto o texto de agradecimento dos suecos aparecia no telão do UMF.

Foi uma grande honra assitir mesmo que pelo Youtube, a última apresentação do Swedish House Mafia e neste momento eu não encontro palavras para descrever a emoção que essas 1:30m me proporcionaram.

E em nome de muitos, registro aqui o nosso agradecimento pelos 5 anos de música boa e de apresentações que já entraram para a história da música eletrônica:

shm

Telão cai de 9 metros de altura em palco do UMF e fere dois

umf2

Um pedaço de telão de LED suspenso que estava sendo montado para o evento Ultra Music Festival em Miami, nos EUA, caiu de cerca de 9 metros de altura no palco principall e deixou dois trabalhadores seriamente feridos na noite de quinta-feira (14).

Bombeiros responderam a um chamado no Bayfront Park por volta das 20h e levaram as duas vítimas ao hospital Ryder Trauma Center, de acordo com Ignatius Carroll Jr, porta voz. Ele disse que um trabalhador estava em condição crítica, e outro foi seriamente ferido.

Um terceiro funcionário sofreu ferimentos menos graves e foi levado a outro hospital, enquanto um quarto foi tratado no local após ficar abalado com a cena.

UMF

Os bombeiros disseram que os telões de LED estavam cerca de 9 metros acima do palco. A parte do telão que caiu tinha cerca de 2 metros de altura e ocupava cerca de três quartos da largura do palco.

Após o acidente, nesta sexta-feira (15), os bombeiros estão inspecionando as instalações do festival para prevenir outros acidentes.

Mas segundo relatos, o evento aconteceu normalmente sem maiores incidentes.

Via @emerson_1914 | globo.com