Você precisa conhecer o Attik

Apresentamos o novo álbum do duo Mato-grossense Attik. Composto pelos amigos Hugo Dias e Thiago Almeida, o projeto acaba de lançar pelo selo próprio, o Bleep Bloop Records, o primeiro álbum da carreira, intitulado ‘Cheesy Lines’. O duo produz desde 2005 e já conquistou vários feitos ao londo deste período, como serem destacados como revelação de 2010, segundo a Revista VIP (Editora Abril). Além disso, o Attik já ficou entre os cinco finalistas de um concurso do selo Get Physical encabeçado pelo DJ T.

Em ‘Cheesy Lines’, o duo Attik amplia um pouco o leque de referências, deixando de lado o tech-house e techno e mergulhando de cabeça no house e na disco music, produzindo um som novo, animado e ao mesmo tempo intimista. Com referências que vão de Jamiroquai a Daft Punk, as 13 faixas do álbum vão chamar sua atenção!

Os caras do Factóide fizeram uma resenha bem bacana sobre eles, veja aqui!

Coisa boa né? A gente ainda dá o link pra você baixar o álbum completo, só clicar aqui

Facebook: https://www.facebook.com/pages/Attik/85114777522
Soundcloud: http://www.soundcloud.com/attik
Twitter: @attikmusic
Myspace: http://www.myspace.com/attikbrazil

BOOKINGS:

Mariana Verzaro | | Círculo Produções
Tel/Fax.: 55 11 3873-6841
Nextel: 55 11 78372924 // ID: 55*86*47619
E-mail: mverzaro@gmail.com
msn: mverzaro@hotmail.com
Skype: mariunica

https://player.soundcloud.com/player.swf?url=http%3A%2F%2Fapi.soundcloud.com%2Ftracks%2F4215503&secret_url=false Attik – Meet Me Tonight (ALBUM VERSION) by Attik

Back 2 Back: O2 Project & Felipe Fávero

Você com certeza ainda vai ouvir falar muito desses caras aí, a união da criatividade e da ousadia nas mixagens, resultam em dois sets energizantes que não deixam ninguém parado! Vini Oliver, Italo Oliver e Felipe Fávero são as novas caras da música eletrônica paulista. Então não perca tempo, conheça o 02 Project e o Dj Felipe Fávero e conta pra gente o que achou lá nos comentários ”valheu”? Go Dj´s!

O2 Project

O2 Project é um projeto criado por Vini Oliver e Italo Oliver. Que visa não só a música eltrônica por si só, mas toda sua miscigenação em geral.
Nossas vertentes vão de House, Electro House, Dirty House passando por Psy, chegando até o estrondoso rítimo Drum and Bass!  
Como todo Dj que se preze, somos grandes amantes da E – Music. Estamos sempre pesquisando sobre novas musicas e rítimos, isso alimenta ainda mais nosso maior sonho, que é de nos tornarmos grandes produtores, e trabalhar não apenas com grandes nomes da E – Muisc, mas sim amantes da MÙSICA como nós.
Adoramos invovar em nossas apresentações, detestamos a ”Mesmice Musical”. Gostamos muito de mixar músicas de vertentes totalmente diferentes, como por exemplo: James Brown, Beatles, Elvis, entres outros.
Gostamos muito de Interagir com o público em nossas apresentações: Dançamos, dedicamos musicas, criamos cituações engraçadas.
Enfim….simplesmente amamos o que fazemos, e transmitir essa ”Vibe” que sentimos para a galera que nos prestigia, e receber de volta essa mesma energia, é o que nos motiva e o que nos faz querer cada vez mais, seguir com esse projeto!
http://player.soundcloud.com/player.swf?url=http%3A%2F%2Fapi.soundcloud.com%2Ftracks%2F22234225&show_comments=true&auto_play=true&color=000000 Vini Oliver – Set Spirit Stars by Vini Oliver

Felipe Doub2e F™

Paulista, com 22 anos, Felipe Fávero, conhecido como Felipe Double F cresceu rodeado de cultura musical Dance, Black e Rock dos anos 80 e 90, influenciado pelos Pais.

Tomou gosto pela Música Eletrônica aos 15 anos de idade ouvindo as melhores Rádios da cena. Sempre gostou das boas vertentes como Disco, House, Progressive Trance, Electro House e Dutch House, mas sua verdadeira paixão mesmo é o Progressive House, um estilo dançante e harmônico, com teclados e batidas ricas e também, apaixonado por vocais femininos.

Suas maiores influencias são os DJ’s, dos Gringos: Avicii, Roger Sanches, Daiquiri, Yves Larock, Jerome Isma-ae e muitos outros, e dos Nacionais: Ronaldinho, Double C, Akeen, Irai Campos, entre outros.

“Sem Música, a vida seria um erro!” (Friedrich Nietzsche)

Set: http://i.mixcloud.com/Cgg0b

Play List:
01-Vinayak A Feat. Dhrithi – Losing Myself (Alexey Sonar Remix)
02-Francesco Diaz & Jeff Rock – AL (Original Mix)
03-The Cube Guys – Torero (Original Mix)
04-In The Screen Feat. Rachael Starr – We Are The Night (Erick Morillo & Harry Choo Choo Romero & Jose Nunez Mix)
05-Daiquiri – Lily (Original Mix)
06-MYNC, Christian Luke & Coco Star – A Miracle In Melbourne (Martin Volt, Le Que & RJX Remix)
07-Danny Freakazoid & Strobe – The Horizon (Vocal Version)
08-David Tort – School Of 88 (Original Mix)
09-Marcel Woods – Advanced (Marco V Remix)
10-Fedde Le Grand – Metrum (Original Club Mix)
11-Sebastian Krieg & Jerome Isma-Ae – 959 (Original Mix)

Qualidade: 128 kbps
Fotos: Anexo (.jpg)
Mini-Release: Anexo (.doc)
Link p/ contato:
Twitter: http://twitter.com/FelipeDoubleF
Facebook: http://www.facebook.com/FelipeDoubleF

Conheça o Boss Bass

Modulação é a palavra chave deste projeto que pauta as vertentes eletrônicas.
O futuro da música Pós-revolução Digital é estimular o uso da arte como ferramenta de transformação social.
Boss Bass vem abordando o Universo musical ligado as novas tecnologias que causam mudanças na música mundialmente.
A transformação pela arte através da coragem de quem se manifesta
A revolução através da ação
O futuro da música é agora.
Recortando e colando.
Temos aqui a satisfação e a atitude de quem cria e estimula a sensibilidade humana.

Allan Borges é o dj responsável pelo projeto Boss Bass. Antes de conhecê-lo, você precisa conhecer o DubStep.

Clique aqui

Allan Borges, a.k.a. Boss Bass, é produtor musical com rica experiência em música eletrônica. Em meados de 1995, teve contato com o DJ Péricles Sodré, um dois fundadores do Grupo B.U.M. – Brazilian Underground Movement, com o qual teve maior perspectiva da música eletrônica, conhecendo outros estilos. Passou as primeiras noções de técnicas de mixagem.

Depois, de final de 1999 a2001, começou a mexer com hip-hop, trabalhando com o grupo PINC, Produzindo e Introduzindo Nossa Cultura. Participou de algumas bandas como Balaiada, Facção Letal, Bios, como DJ. Após perder grande parte do material em um assalto em 2003, Allan passou a se dedicar a produção musical, realizando alguns experimentos dentro da música eletrônica, misturando ritmos e estilos, por um bom tempo. Logo depois, formatou o projeto Audio 44, se especializando nos estilos Breakbeat e Drum’n’Bass.

Nessa mesma época voltou a fazer parte do antigo projeto PINC, dessa assinando a produção musical, e foi responsável também pelo projeto do grupo de rap Revolução Mental e Subnúcleos Mc’s. Também integrou o grupo Baixo Guanabara, com a proposta de misturar samba rock e música eletrônica, onde assinava as programações de bateria, samplers, scratch e colagens.

Entre 2006 e 2009, Allan participou da festa Benflogin, como um dos co-produtores e foi um dos idealizadores da festa Yellow Submarine, na qual teve contato maior com a música popular brasileira, ampliando suas influências. Desde 2007, Allan trabalha como videomaker, da mesma forma que produz sua música, através de sampler, loop e colagens, complementando-se como artista de colagem.

2011 começa com foco na produção de dubstep, reunindo suas influências musicais e tendo o Dub como uma das principais. Com forte influência deste estilo musical, o som de Boss Bass provoca sensações singulares, uma atmosfera de ecos, combinações sonoras, alternando com climas sombrios.

Nomes como Congo Natty, Rusko, Kode 9, Barrington Levy, Caspa, Dj Hype, Scientist, Brigadier Jerry e a dupla Ed rush & Optical são algumas das influências de Boss Bass na produção musical. Levantando a bandeira do Do it yourself, Allan está sempre em busca do novo, pesquisando novas tendências e tecnologias, explorando seus conhecimentos e sua vasta experiência no mundo da música para criar algo totalmente diferente e novo dentro do dubstep.

Nas palavras do próprio dj, o projeto resume-se em um CD, três vídeos clipes que já estão na internet.
O cd segue dentro de um tema onde questões são colocadas em reflexão através dos textos no qual cada música representa um sentimento, ou algo a se conquistar e valorizar, assim a obra segue uma ordem evolutiva dentro do que chamo de busca e propagação do amor para todos em todo lugar.
Mesmo sendo um gênero de música eletrônica onde as letras são muito escassas, minha necessidade de manter esse tipo de contato com os ouvintes foi solucionada com os textos do encarte, que leva às pessoas exatamente o tipo de emoção que desejo que aquelas freqüências sonoras passem.
Todo o projeto é de autoria de Allan, músicas, vídeos e o projeto gráfico, mas não por ter um ego elevado e sim pela necessidade de ter esses complementos para o projeto.
Tudo feito com muito sacrifício dentro das limitações, tanto técnicas, quanto financeiras.
O que venho apresentar aqui é o resultado desse trabalho, o álbum Love for Everyone Everywhere.
Temos aqui a satisfação e a atitude de quem cria e estimula a sensibilidade humana.
Aqui se cria algo. Que essa criação nunca pare de se transformar.
Arte Livre.

Passado com esse release? A gente também! E ficamos ainda mais quando ouvimos o cd do Boss Bass e pedimos que, você ajude a divulgar esse trabalho  genuínamente brasileiro!

Baixe o cd gratuitamente aqui:

http://www.mediafire.com/?dvwpsc132vsw6zs

Vamos contribuir para que a cultura da música eletrônica cresça cada vez mais, e não importa a vertente, o que importa é que é música! Música eletrônica.

Conheça mais em:

http://www.wix.com/audio44/bossbass

http://www.myspace.com/audio44

http://soundcloud.com/bossbass

http://www.youtube.com/user/originalbossbass

http://player.soundcloud.com/player.swf?url=http%3A%2F%2Fapi.soundcloud.com%2Ftracks%2F19980752 Black Market by bossbass

New Faces: Dj Myliê

 

Myliê Catarine, mais conhecida como Dj Myliê, iniciou suas atividades como disc-jockey em Janeiro de 2011, na ocasião teve seu primeiro contato físico com um CDJ e um mixer através de um amigo, que nas palavras dela ‘’ me ajudou de tal forma que eu não saberia como retribuir’’. Observando-o, ela achava que seria impossível fazer uma mixagem, pois aquilo para a Dj, era algo de outro mundo. Ela pensava: ‘’Como ele consegue essa sincronia perfeita?’’ Daí então ‘’começaram’’ a treinar e ela começou a perceber que seu desempenho começou a melhorar – o que foi um alívio.  E daí foi surgindo outras curiosidades, como saber sobre equipamentos em gerais, programas e afins… Resolvida a então comprar – começar a comprar – seus equipamentos, que de certa forma facilita todo esse aprendizado, e que, com o suor de seu trabalho.

‘’Acho que é importante deixar essas coisas claras, pois são coisas difíceis que temos que ultrapassar com esforços diários, por que quem acha que ser Dj é fácil está enganado. Atrevi-me a tocar em uma balada sendo que não tinha experiência no assunto, então o resultado não tão esperado foi: SAMBA. Mas algo que sempre coloquei em primeiro lugar, foi a minha enorme confiança no meu repertório, por que é isso que ‘’a pista’’ quer ouvir, uma boa música. ’’

 Passado algum tempo, a Dj teve a oportunidade de fazer a sua primeira apresentação em uma festa, na data de 12 de Junho de 2011, onde a mesma ficou surpresa com sua própria  performance e surpreendeu a todos aqueles que estavam na pista. Para ela, isso foi muito gratificante e proporcinou ainda mais confiança em seu próprio trabalho. E através dessa performance, ela começou a recebe  mais convites para festas, open airs, baladas como Porto Music Bar, Bar Verde, Bofetada Club, Tribos, Bombar Fest, Eletro Sunday, Babylon e  Girl On The Floor.

‘’E cheguei aqui, e com toda certeza não foi sozinha, pois neste período conheci pessoas maravilhosas que doam de si antes de pensar em si mesmas. E claro Deus que me mostrou e ainda mostra o caminho por onde devo seguir sempre! E sei que isso é só o inicio da minha pequena história, pequena, porém cheia de luta e de muito esforço, pois a recompensa está na pista, quando esta dança ao som da minha música. ’’

Fique ligado para saber mais novidades sobre seu trabalho e sobre sua agenda!
Facebook: /MyliCatarine

Bookings
E-mail: mylicatarine@hotmail.com
Tel: 11-61422641

 1- O que você espera da carreira de Dj?
Espero o meu futuro. Espero sempre ter a responsabilidade de tocar de verdade e com amor. Mostrar o meu trabalho com humildade e sem nunca deixar pra trás o que sempre trouxe comigo: a paixão pela música.

2- Há quanto tempo toca?
Pouco tempo, cerca de 3 meses oficialmente.

3- Qual seu estilo favorito?
Tribal e Dirty sem dúvidas.

4- Qual equipamento você utiliza?
Cdjs Pionner (na maioria das vezes), mas isso é o de menos.

5- Quais as 5 tracks que não podem faltar em seu set?
1 * Marcos Carnaval e Rodrigo Vieira – Good Night Drums
2 * The Raytech – Cardiac
3 * Bassjackers and Jorn – 16
4 * Breno Barreto feat Alex Marie – The Music
5 * Hever Jara – Bopa Bo

http://player.soundcloud.com/player.swf?url=http%3A%2F%2Fapi.soundcloud.com%2Ftracks%2F21458498 

New Faces: Dj T.O.M

Vamos combinar que não é tão New Face assim, afinal o cara já tem uma estrada percorrida, mas mesmo assim a gente quer que você o conheça! E na página do SoundCloud dele tem mais, clique aqui para conhecer os outros set´s e eu te garanto que você vai se surpreender.

Amante declarado da cena eletrônica há anos, Everton S. Andrade, mais conhecido como Deejay T.O.M, carrega em suas mãos o dom de animar as pistas e de contagiar o público com suas mixagens finas, repletas de energia e sempre vibrantes.

Com um gosto musical que tende do house, tech house e techno,passando também Funky House T.O.M traz em seus sets influências de grandes nomes da cena, tais como: Elchinsoul Ro, DJ Sneak, Hector Moralez, Bryan Jones, Luca M., Edu Imbernon, Loko, Daniel Steinberg, Format: B, entre outros grandes nomes.

Detentor de um feeling apurado, T.O.M já dividiu a pista com grandes feras das noites paulistanas como: Marcelo Ortega, Gabe,Re Dupre,Yes América, Márcio Zanzi, Eli Iwasa.Atualmente, faz parte do Projeto Smile Collective, além de ser um dos mais novos contratados pela Water Republic Dj’s.

T.O.M já se Apresentou em Grandes Club’s como: Vegas,LAB Club,Hole Club, Club Ice,E-Garden e Club A.

Vencedor do maior campeonato de deejays do Brasil, o primeiro lugar do DJ TEST 2010 – DJ T.O.M, vem do alto de seus 1,97m de altura, engrandecer qualquer festa e fazer a pista ferver com seus sets inspirados, vibrantes e únicos.

T.O.M™(Smile Collective/Water Republic Djs) 

Contatos: (11)  7757-8903 ID: 85*241999
 http://twitter.com/DeejayTom

http://soundcloud.com/deejaytom/tracks 

 http://www.myspace.com/djtomrecords 

http://player.soundcloud.com/player.swf?url=http%3A%2F%2Fapi.soundcloud.com%2Ftracks%2F19966351

 

New Faces: Dj Kaio Garcia

Com apenas 21 anos, 4 anos de noite GLS e desde 2010 formado DJ em uma das melhores escolas de São Paulo (DJ Ban), Kaio Garcia já faz a vibe de muita gente, graças ao seu imensurável amor à musica e ao público, que sempre acompanham, comentam e torcem pela sua carreira.
Já tocou em diversas festas paralelas em São Paulo e em casas como a Secrett Lounge, Hotel Cambridge e Constantine Club.
Atualmente é residente das festas JUMP, JUMP IN TOUR e D’LOVE produzidas por Miyuki Munakata; residente do projeto DOM, produzido por Montino Acosta; e residente da CIRCUS PARTY, festa private, mas que virou super tendência do público GLS.
Em sua curta estrada, já tocou ao lado de grandes DJs da cena como: DJ Robson Mouse, DJ Shine, DJ Fagner Backer, DJ Alessandro Kalero, DJ Amilcar, DJ Douglas Penido, DJ André Yakko, DJ Zoel Kupfer, DJ Jully Beats, entre outros.
Seus sets apresantam o melhor do House Music e suas vertentes (Tribal, Electro, Dirty, Dutch e Progressive).

O que você espera da carreira de Dj?
Não espero sucesso, status ou fama! Hoje em dia ser DJ banalizou-se. No meu caso, a música eletrônica está no sangue, não há preço e não há como descrever a sensação de estar ali e o público se acabar ao seu som, então o que eu espero é sentir isso pela vida toda… Ver que o meu trabalho, fez por algumas horas, alguém mais feliz!
 
Há quanto tempo toca?
Pesquiso, baixo, compro e coleciono House Music desde 2007, porém foi em 2009 que me interressei em mixá-los. Em 2010 me formei DJ e desde então venho tocando profissionalmente.

Qual seu estilo favorito?
House Music e suas vertentes (Tribal, Electro, Dirty, Dutch e Progressive).
 
Qual equipamento você utiliza?
CDJ da Pioneer (200, 350, 400, 800, 900, 1000 e 2000); Mixer da Pioneer ou Behringer (2, 3 ou 4 canais e variados modelos)
 
Quais as 5 tracks que não podem faltar em seu set?
O set de um DJ deve conter novidades e atualizações que o mesmo pesquisa para sempre fazer algo dinâmico, mas músicas nem tão novas ainda fervem a pista.
Atualmente 5 tracks que não podem faltam em meus sets são:
Julio Posadas – Control Policial
Warp Brothers – Phat Bass
Rihanna – California King Bed
DJ Mujava – Mugwanti
David Tort & Norman Doray – Chase The Sun

Bookings: @DjKaioGarcia

  kaio_oo7@hotmail.com

 Jump It! (Kaio Garcia Up Set) by DJ Kaio Garcia

Curtiu? O Blog da Monga hoje, faz a premiere de sua nova sessão: New Faces! Aqui você conhece os novos nomes da cena eletrônica e de quebra, escuta um set bem animado e divertido!

Faça como o Dj Kaio Garcia, entre em contato conosco e divulgue seu trabalho!

E na próxima semana, teremos um Djane no New Faces! Não perca!