Bomba! David Amo abandona música eletrônica

David-Amo-and-Julio-Navas

David Amo, à direita, em apresentação com o parceiro Julio Navas

E na mesma semana em que o Feed Me anunciou que iria pendurar os fones, David Amo também decidiu fazer o mesmo.

Em comunicado oficial, o espanhol explicou que já não sente mais o mesmo prazer em produzir ou tocar, ressaltou que seu amor pela música o acompanha desde os 16 anos, ainda agradeceu a parceria com Julio Navas e prometeu apoiar o ex-parceiro que seguirá em carreira solo e tocará a Fresco Records sozinho.

Aproveitou para dizer que através da música ele conheceu metade do mundo, e que a concorrência é muito grande e em certas vezes é desleal, explicou também que as novas mídias e tecnologias facilitam o processo de criação e que qualquer um pode produzir hoje em dia, e para finalizar ele levantou uma questão que certamente estará presente em muitas outras discussões futuras. Em sua despedida, ele disse que não queria decepcionar ninguém e muito menos desencorajar os novos produtores, mas que todos deveriam se perguntar se fazem música por que gostam ou por que precisam de dinheiro?

Pela leitura do comunicado, é fácil perceber que David Amo está de saco cheio. O discurso de amor pela música, a crítica por conta das novas tecnologias e as alfinetadas por conta da forma como as tracks são distribuídas e vendidas mostra que Amo certamente está desiludido com os rumos que a música eletrônica tomou.

É claro que, o avanço e utilização dessas novas tecnologias e a visibilidade da música eletrônica e toda sua cultura seria inevitável. A maioria das reclamações de David Amo faz sentido, mas de certa forma não seria motivo para o abandono dos decks, o discurso cheio de alfinetadas do espanhol soou de forma exagerada. Por mais que exista a concorrência, cabe ao produtor e ao dj trabalhar ainda mais para estar à altura dessa concorrência, ou seja, inovação é a palavra chave. Enfim, não me cabe criticar ou julgar os motivos que o fizeram tomar esta decisão, o que posso dizer é que certamente, David Amo fará muita falta.

Que esse adeus seja breve, e que um dia essa sua paixão adormecida volte tão avassaladora quanto da primeira vez.

#goodluckDJ

 

Curta a nossa page no Facebook! Clique aqui

Anúncios

5 comentários

  1. Na verdade não é necessariamente a tecnologia, mas sim os samples pronto que o “produtor” compra por aí.
    Junta tudo no ableton e pronto uma track de qualidade sendo!!

    Isso me lembra alguns anos atrás quando surgiu um programa chamado RAVEJAY, que era exatamente o que hoje é o Ableton com esses samples Packs, mas não tem o que fazer, não adianta se desesperar, por isso que ainda mais uso minhas machines ao invés de samples 😉

  2. Lógico em uma cena onde djs tocam com sync e enganam o publico com mp3 bravo , mixagens ridículas fora do tempo , produtores que nao investem em equipamentos de qualidade , e que criatividade nao permite fazer um son de personalidade … E muitos outros fatores fazem da cena atual a mais fraca em anos … Pendurar os head phones assim com o amo tem sido cada vez mais a tendência digna a se seguir

  3. boa noite galera… David Amo é meu amigo pessoal e em conversa com ele quando soube da noticia ele realmente não aguenta mais… ele precisa de um tempo para reencontrar a inspiração para a musica… com certeza é um ate breve… quanto ao desabafo… vcs acertaram em cheio… um exagero… mas só quem vive da música e quem vive a música sabe disso… um grade abraço …

Fala aí

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s