Skrillex repete a dose e leva mais 3 Grammys pra casa!

Skrillex

O carnaval acabou! Mas para muitos o ano acaba de começar e de certa forma em fevereiro pipocam vários festivais e muita notícia boa! E pegando o gancho do carnaval, pra quem não curtiu a folia e os desfiles, no domingo rolou o 55º Annual Grammy Awards, uma das maiores e mais importantes premiações de música do mundo. E mais uma vez os haters calaram-se diante do fenômeno chamado Skrillex!

Em 2012, o cara levou 3 Grammy´s pra casa e em 2013 repetiu a dose! Skrillex levou os prêmios de Gravação Dance – “Bangarang” , CD Dance – “Bangarang” e o prêmio de melhor remix com NERO por Promises.

E tem mais! Skrillex revelou que vai gravar novo clipe no Brasil!

Skrillex revelou que em breve deve vir ao Brasil para gravar clipe ao lado de A$AP Rocky.

“Hip-hop e eletrônico são bem similares, ambos são viscerais e com bastante graves”, falou.“Tenho esta canção com A$AP Rocky e iremos ao Rio de Janeiro gravar um clipe louco.”

“Rio é um lugar lindo para gravar um vídeo. Você nunca sabe o que vai acontecer lá. Vou lá e ver o que acontece”, afirmou sobre o clipe que será dirigido por Chris Robertson. “Vocês têm que esperar para ver quando sair”, provocou.

No twitter rolou um festival de recalque e até umas afinetadas entre o new babaca da EDM Dillon Francis e Zedd, Kill the Noise e Tommy Sunshine.

Ainda não consigo entender como Dillon Francis é tão idiota. Talvez quando começar a calar a por#@ da boca e produzir música boa, alguém comece a prestar atenção nele.

Diplo, um dos produtores com mais indicações, não levou nenhum Grammy pra casa, SHM, Kaskade, Steve Aoki também não. Calvin Harris e seu featuring com Rihanna em We Found Love levaram o prêmio de Melhor Video Dance.

Veja as fotos

Kaskade

Diplo

Steve Aoki

Afrojack

Lembram do tal Dj Al Walser? Nem conhece? Apareceu por lá vestido de astronauta e mesmo assim continua unknow…

10fev2013---o-dj-al-walser-vai-vestido-de-astronauta-ao-55-grammy-awards-em-los-angeles-1360533602000_956x500

ZZZZZzzzzzzróinc and momento Vergonha Alheia da noite.

O Grammy é o Grammy. Apresentações incríveis e muita, mas muita música boa. É o caso da apresentação de Bruno Mars, Sting, Rihanna, Ziggy e Damian Marley homenageando o pai do reggae, Bob Marley!

Diplo postou essa foto durante a apresentação.

@diplo


Durante o comercial, rolou um spot da CoverGirl, marca de maquiagens super in dos EUA com as meninas do NERVO, novas garotas propagandas da marca que já conta com Janelle Monáe, Pink e Sofia Vergara de Modern Family.

Anúncios

1 comentário

  1. Fica estabelecido pois que todo artista classista é babaca e todo artista que recria uma estética (para o bem e para o mal) é um mito. Acho que é por isso que não tenho sentido nenhum amor pela música de “alto nível”. Há um grande contrasenso sobre estética e saudosismo que parece emergir em 2013 em todas as frentes culturais. Um contrasenso onde a disparidade entre o artista pop e o artista conceitual aumenta em uma escala tanto quanto desleal. Dista uma década em que a música comercial era tão legal pro cara do underground quanto a música de boiler room era legal pro ouvinte de rádio. Saudosismo, eu sei. Na música não é aplicável contextualizar nichos e nem desconsiderar a rotatividade do próprio produto em detrimento do público, como em outros formatos artísticos; porém, é de surpreender o quanto hoje só a receita interessa. A música da rádio tá longe de ser interesante, mas é o modelo absoluto de sucesso. A mentalidade do produtor é seguir o fluxo com pouca capacidade de abstração. Artistas que abstraiam ou fujam do conceito são underground, automaticamente. Se há ressalvas ou contrapontos, são um bando de reacionários que não conseguiram evoluir. Evolução para qual camada? A camada dos que pagam suas contas fazendo música extremamente cansativa e volátil, que por ser volátil permite a ele vender o próximo EP? A mesma evolução que dizimou heróis porque não havia a internet e precisavam cobrir seu amor com um segundo emprego e, por isso, eram automaticamente subtraídos ao anonimato porque não tiveram a fama de outros internacionalmente projetados ou com outros conjuntos de talentos/oportunidades/marketings pessoais? Eu ainda não acho sensato. Ainda acho que pensar assim é como jogar terra na própria vala. Oxalá possamos um dia ver a indiscriminação da música diferenciada sem que ela precise se tornar babaca e elitista para isso. Oxalá eu volte a gostar de ouvir rádio ou até mesmo os clouds da vida. Porque, agora, não está liberado ser babaca.

Fala aí

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s