Eco Dj: Música amiga do ambiente

A II edição do Eco DJ Contest promete aliar o respeito pelo ambiente ao gosto musical. A tour vai passar por quatro cidades portuguesas, sendo que a cidade do Porto recebe o evento dia 16 de junho.

Um evento caça-talentos é algo comum nos dias de hoje. Porém, ao aliar estes eventos a preocupações ecológicas, o Eco DJ Contest tornou-se  algo inédito. Bruno Costa, coordenador do projeto, refere que uma das preocupações da organização é “inovar e criar ações que tenham impacto ambiental”. E, segundo o próprio, as atividades que são realizadas não se reduzem a festivais de música. Outros eventos ligados à música, cinema e teatro são valorizados, assim como workshops sobre “como é importante a racionalização do consumo de energia”.

O objetivo desta ação não se esgota na música. A segunda edição do Eco Dj Contest pretende também alertar para uma tema muito atual, a ecologia. “Procuramos demonstrar é que é possível criar cultura e ser artista de uma forma sustentável”, refere Bruno Costa, apesar de admitir que já é uma “questão transversal” na sociedade portuguesa.

Quanto à parte musical, Bruno Costa acredita que ainda há espaço para bons Dj’s em Portugal sendo que, segundo o coordenador do Eco Dj Contest, há quem tenha saído de concursos e encontrado emprego no mundo musical. “Há espaço, desde que as pessoas tenham qualidade”, afirma o coordenador. Os quatro vencedores, um por cidade, têm como prêmios equipamento Merrell, equipamento Numark, set na Antena 3 Dance (rádio portuguesa) e tocar ao vivo numa festa com o apoio da rádio.

Ser bom Dj é a caraterística essencial para se ser notado neste concurso. Contudo, nada é possível sem a presença de um grupo de amigos para “dar uma força”, isto porque é preciso, literalmente, dar energia ao Dj. Enquanto dez amigos pedalam, o artista recebe a energia que é necessária para passar música. Isto tudo para usar a energia elétrica da maneira mais ecológica possível.

No dia 16 de junho, os DJ’s portuenses poderão participar e tocar neste evento. As inscrições ainda estão abertas e, no Porto, ainda há três vagas para potenciais interessados. Além do Porto, são mais três as cidades que vão servir de palco nesta busca de talentos. Évora, Coimbra e Lisboa também vão dançar ao som de música amiga do ambiente.

Bela iniciativa, pena que é tão longe. O que nos resta é torcer para que a iniciativa chegue no Brasil o quanto antes!

Vi aqui
Anúncios

2 comentários

Fala aí

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s